settings_phone

+55 (11) 3864-0800 | 3879-7150

email

Contate-nos

home search
search

Brasil também teve seus destaques no Laço no Mundial AQHA

Tanto no Laço Individual como na Cabeça e Pé, os brasileiros foram premiados no World Show


Momento histórico para a família Peres

Novamente os representantes brasileiros mostraram seus potenciais na terra do Tio Sam. E neste “2018 Lucas Oil AQHA World Championship Show”, que teve o seu início no dia 1º e vai até o sábado, 17 de novembro, em Oklahoma City (EUA), as provas de Laço ocuparam posições de destaque através do competidor Paulo Saraiva Cardoso e os proprietários de animais premiados: Lincoln Malheiro Junqueira Figueiredo e de Marcos Eduardo de Oliveira Peres.

No Laço Individual, pela classe Aberta Junior (Nível 2), competindo contra oito concorrentes ao título, o treinador Paulo Saraiva ficou com a 2ª colocação montando o cavalo castrado Amayesing (Lil Rufas Catalyst x Docs High Brown Lass, por Cat Silver), com a nota 213. Cavalo pertencente ao 4B Land Livestock.

Lincoln Figueiredo comemora a conquista de DT Shine Blue Brandy

Entre os proprietários, Lincoln Figueiredo está trazendo para o Rancho Sky, em Presidente Prudente (SP), mais dois troféus de campeão na prova de Laço Cabeça. Pela Aberta Junior (Nível 3), a conquista foi através da égua rosilha DT Shine Blue Brandy, filha de Shiners Lena Chex e Nu Bay Be Blue, por Nu Cash), montada pelo multicampeão norte-americano JD Yates (assíduo participante no Brasil em eventos da ABQM), que obteve a nota 227.

Pela Sênior deu a baia Weavers Playgem

Já pela categoria Aberta Sênior, com 17 conjuntos na final, o título foi obtido pela baia Weavers Playgem (Gems And Starlight x Budhas Playgun, por Playgun), trabalhada por Dustin e Rogers, que totalizou 223,5 pontos.


Dualing Sheree foi a vencedora do Laço Pé - Aberta Junior (Nível 2)

Em relação à prova de Laço Pé, somando 220 pontos, quem levou a melhor pela categoria Junior Aberta (Nível 2), foi a tordilha Dualing Sheree (Dual Pep x My Sweet Sheree, por Freckles Playboy), trabalhada por Dakota Jay Kirchenschlager e de propriedade do paranaense da cidade de Mandaguari, Marcos Peres. Segundo ele, Dualing foi adquirida com dois anos e, após consulta com alguns amigos nos EUA, a enviamos para treinar com o Clay Logan. “Foi uma grande surpresa para nossa família essa conquista, pois ela tem apenas três anos e meio de idade e havia participado de poucas provas antes do mundial, e entrou em pista enfrentando animais na faixa de seis anos”. Marcos disse ainda que o Clay Logan revelou que nunca havia treinado uma potra desta qualidade e a rotulou como: “Gray Heart” (coração tordilho).

Fotos cedidas pelos proprietários

Notícias


Leilões e Mercado


Mais notícias